26 de fev de 2011

A Necessidade de Espírito e Vida em Nosso Viver

Rm.8:6 - Gl.5:25 - Ef.6:17 - 1Tm.3:15-16 - Jo.10:10

Sem Espírito e Vida não há a realidade da igreja, a realidade do Corpo de Cristo e a realidade da casa de Deus. Tanto o Corpo de Cristo como a casa de Deus dependem de Espírito e Vida.
Temos que ler varias vezes e orar ler sobre o texto de Efésios 4:1-16, 2:11-22 e 1Tm.3:15-16. Esses três trechos falam da casa de Deus, a família de Deus, e também do Corpo de Cristo. Se nos aprofundarmos nesses trechos, perceberemos que tanto a casa de Deus como o Corpo de Cristo dependem de Espírito e Vida. Espírito e Vida são a realidade, a essência do Corpo de Cristo. O mesmo se aplica à casa de Deus. Sem Espírito e Vida, a casa de Deus acaba; é ilusória e sem nutrição. O texto de 1Tm.3:15 diz que a casa de Deus é coluna e baluarte (base ou suporte) da verdade de Deus. Deus é vivo, e a igreja é a casa do Deus vivo. Essa casa é o grande mistério da piedade, de Deus manifestado na carne. Essa é a igreja.
            Uma igreja numa cidade deve estar numa condição cheia de Espírito e Vida, uma condição que consista em expressar o Deus vivo. É por isso que a casa de Deus é o Deus vivo fazendo-se carne e manifestado na carne. Nos quatro Evangelhos, Deus manifestou-Se na carne em Jesus como individuo. Contudo, em 1Tm:3, a manifestação de Deus na carne está em toda a igreja de forma coletiva. Cada igreja deve ser uma manifestação de Deus na carne. Portanto, não basta ter zelo e serviço. Nosso zelo e serviço devem ser fruto de Espírito e Vida.
            Como sabemos que nosso serviço é de Espírito e Vida? Isso exige que vivamos a vida crucificada para ser conformados à morte de Cristo e, com isso, manifestar o poder da Sua ressurreição. Alem disso, precisamos deixar que os outros vejam que vivemos pela abundante provisão do Espírito de Jesus Cristo. Portanto, nosso viver mostra se nosso serviço é de Espírito e Vida. Devemos viver à sombra da cruz diariamente. Eu não sou, mas o Senhor é - não eu, mas Cristo. Ele é tudo, e tudo é Dele. Tanto no viver diário como nas reuniões, precisamos estar vivos e cheios do Espírito. Sinto que, até hoje, ainda não expressamos a visão que tivemos do Senhor. Todos deveríamos estar tão vivos que, antes de ir a qualquer reunião, começaríamos a nos reunir em casa, preparando e liberando o espírito. Uma vez que chegássemos à porta do local de reuniões, estaríamos cantando; cantaríamos ao subir as escadas, cantaríamos ao procurar um assento e cantaríamos mesmo depois de sentados.
            Nas reuniões, haveria a necessidade de os irmãos de junta de suprimento assumirem a liderança, mas tudo que precisariam dizer é que, hoje, gostaríamos, primeiro, de ler Efésios 4. Isso já seria suficiente; não haveria necessidade de dizer mais nada. Não precisariam dizer aos santos como ler as Escrituras, como um grupo deveria ler um versículo e outro, o versículo seguinte. Depois que os irmãos ouvissem que a leitura estaria em Efésios 4, um irmão poderia orar antes da leitura, e começar dizendo: “Senhor, nós realmente Te agradecemos por outra maravilhosa reunião. Estamos aqui para ler Tua santa Palavra; em Tua santa Palavra há vida e luz. Oramos para que Tu liberes Tua vida e luz novamente”. Outro irmão poderia acrescentar alguma coisa, dizendo: Ó Senhor, Tu és a Palavra. Portanto, ao ler a Tua Palavra hoje, leremos o próprio Senhor”. Então, alguém poderia levantar-se para ler Efésios 4:1 e, terminada a leitura, os outros poderiam começar a ler e orar. Nossas reuniões deveriam ser vivas a tal ponto. Tudo o que seria necessário é que os irmãos de junta de suprimento dessem um simples aviso, e o restante deveria acontecer de modo vivo.
            No entanto, grande parte de nossas reuniões nas igrejas não está livre da condição morta e deprimida do cristianismo. Não é fácil superar tal condição. Isso tem de começar conosco. Primeiro, precisamos estar vivos e, depois, precisamos estimular os outros e vivificá-los. Precisamos fazer isso até que todas as igrejas estejam vivas. Precisamos tomar a cruz e viver pelo poder da ressurreição de Cristo pela abundante provisão do Espírito de Jesus Cristo. 

Desfrute do Dia