22 de mai de 2012

Algumas Coisas Que Acontece Com Quem Deixa de Reunir na Igreja Local de Dong Yu Lan


Por Walque Costa
Reuni com os irmãos da Igreja Local de Dong Yu Lan por 12 anos e estive em 14 cidades residindo ou na obra da migração, na qual estive durante 4 anos. Tudo que exponho aqui foi minha peculiar experiência com cerca de 90% dos irmãos que conheci que ainda reúnem por lá. Irmãos que diziam ser meus amigos e que me ajudariam em todos os momentos de nossas vidas. Ajuda que acabou quando me pronunciei contrário as práticas anti bíblicas que começou a penetrar em meio à igreja. Sem diálogos de esclarecimentos fui dado como por rebelde, dissidente e causador de divisões e por isso me desvinculei desse ministério que se tornou impuro, em meu ponto de vista.

Desvinculei-me por motivos de desvios graves das verdades bíblicas, que neste mesmo blog tenho postagens de esclarecimentos de muitas delas. E hoje conheço um lado desse ministério que até então, convivendo lado a lado com vários irmãos, durante muito tempo, nunca pensei que fosse acontecer.

Citarei em pontos o que acontece, pelo menos comigo tem sido assim, com quem resolve deixar de reunir com eles e seguir o Senhor de maneira diferente dos ensinamentos desse ministério.

1. A primeira coisa que fazem é divulgar em reuniões da igreja ou em comunhões particulares com irmãos responsáveis ou de serviço à posição que você tomou, deixando a entender que você é um dissidente rebelde que se opôs ao ministério que, segundo eles, é o mover atual de Deus na terra.

2.  Aproveitam passagens bíblicas tais como, (Rm.16:17) “Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; afastai-vos deles...” (2Jo 10-11) “Se alguém vem ter convosco e não traz essa doutrina, não o recebais em casa, nem lhe deis as boas-vindas. Porquanto  aquele que lhe dá boas-vindas faz-se cúmplices das suas obras más” e outros, se possível, para afastar os demais irmãos que estão debaixo de seus controles de perto dos que assim, segundo eles, se tornaram dissidentes rebeldes. Sendo esse ensinamento totalmente antibíblico que promove a verdadeira divisão do corpo de Cristo. E não só do corpo de Cristo, mas também separam famílias, irmãos em carne, pais e filhos, antigos amigos que deixam de se  cumprimentarem por causa da defesa de suas doutrinas estranhas (clique aqui e veja mais) e etc.

3.   Falam em disciplinas terríveis que virá da parte de Deus contra aqueles que saíram do meio deles. Que a mão do Senhor pesará sobre tais irmãos a ponto de dizerem que Deus poderá até tirar a vida de entes queridos seus por causa disso. Entende-se que se algo acontece de errado com aqueles que saíram do meio deles, é maldição por ter deixado o “mover do Senhor” na terra. E em alguns casos, ouve-se até palavras negativas de maldição contra aqueles que deixam esse ministério.

4.  Deixam de cumprimentar e saudar os irmãos com o Amém, que é de costume, quando os veem, pois, aos olhos deles agora, deixaram de fazer parte da igreja ou coisa assim ao meu pensar.

5.   Defendem mais seus encargos, doutrinas, irmãos responsáveis, locais de reunião, e outras coisas, do que a Sã doutrina que mostra o quanto todos os membros do corpo são necessários para a edificação da igreja.

6.  Passam em rosto tudo o que fizeram por você, seja em ofertas, ajuda pessoal, ajuda espiritual e etc. E ainda chamam você de ingrato e de pessoa sem consideração.

7.   Dizem que vão expor seu passado, caso você tenha algo negativo que eles saibam, para aqueles que quiserem saber sobre você.

8.  E por fim, o desprezam sem receio nenhum nem peso de consciência. Agem como se o próprio Deus o tivesse rejeitado. Você passa a ser a escória da igreja, o lixo da igreja, o problema e a razão da divisão, rebeldia e dissensão.

Senti o desejo de escrever esses pontos para que possamos levar diante do Senhor a seguinte pergunta: O QUE ESTAMOS EDIFICANDO PARA DEUS?

JESUS sempre será o SENHOR!

Desfrute do Dia