10 de jan de 2013

O Esfriamento Espiritual É Uma Tendencia Atual da Igreja?


E, por se multiplicar a iniquidade  o amor de muitos esfriará. Mt.24:12 (RC) Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará. Mt.24:12 (NVI).
O que leva um cristão fervoroso que conhece a verdade, que provou da graça de Deus, a esfriar-se espiritualmente, perder o amor ao Senhor e Sua obra, tratar as coisas espirituais como se fossem as coisas naturais?  Esta é uma situação que pode acontecer com qualquer filho de Deus. Alguém pode dizer: jamais isto poderia acontecer comigo, pois eu estou firme, pode vir o que vier eu vou permanecer na presença de Deus, pode vir contra mim qualquer tentação eu permanecerei firme e fiel!.

Pedro também pensava desta forma, ele estava tão convicto que Jesus era o Cristo que jamais ele pensou que iria negá-lo, ele desejava ir com o Senhor até a morte, porém na casa de Caifás, temendo pela sua própria vida, negou ao Senhor dizendo e insistindo que não o conhecia. Paulo diz: Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia. 1Co.10:12. Quando o homem aceita a Cristo como Senhor e Salvador, quando há uma conversão sincera, ele começa a trilhar os caminhos da fé, normalmente nos primeiros anos quando está no primeiro amor, ele é bem disposto na fé, deseja ardentemente orar, sente prazer em ir aos cultos, os louvores são momentos de prazer diante de Deus, sente um desejo de falar de Cristo para os não crentes, seu desejo de crescer na fé é imenso, algumas vezes por inexperiência passa por situações de se expor a criticas, zombarias e perseguições por não ter moderação para anunciar sua fé, em qualquer lugar em todos os momentos. Entretanto, isto acontece quando os olhos espirituais são abertos e o seu coração se enche de amor pelas almas, o seu desejo é que aqueles que estão ao seu redor conheçam a Cristo e sejam salvos, então começa ter uma vida voltada para servir a Deus, começa então a negar o pecado, negar o mundo e a ser diferente de todos aqueles que não tiveram a mesma experiência, luta com todas as suas forças para não errar para andar em justiça, para não pecar, as palavras da Bíblia Sagrada são verdades absolutas, nos seus pensamentos não há nada que apareça em sua vida que lhe desvie do seu objetivo que é servir a Deus e se necessário até morrer por Cristo.

Durante a nossa trajetória de vida haverá batalhas continuas que após vencermos uma sempre aparecerá outra, o cristão é cercado por inúmeros ataques a sua fé, os verdadeiros fieis são os verdadeiros teimosos, mesmo quando não há condições de ser fieis, quando tudo conspira contra a sua fé, quando todos são contrários a sua convicção, mesmo assim ele insiste, morre insistindo em obedecer as suas convicções. Porém com o passar dos anos a rotina diária da vida, os ataques constantes a sua vida espiritual, que são as tentações diárias, a grande luta entre a carne e o espírito procura esfriar a brasa da fé viva que está no seu coração, quando então o cristão permanece com uma vida de oração buscando forças junto ao Senhor para vencer todas as suas fraquezas, ele vai até o fim, entretanto outros crentes não agem desta forma.
Quando então o cristão começa a olhar para os seus desejos as suas fraquezas, as decepções da vida consideradas pequenas começam a minar a fé, semelhante a pequenos furos em um recipiente que lentamente vai escoando todo o liquido, furos pequenos que são às vezes imperceptíveis mais se não forem logo tapados reparados escoará todo o liquido, assim é na vida espiritual, acontece aos poucos o esfriamento espiritual, alguns permanecem na fé sem aquela alegria e a vida que tinham quando possuíam o primeiro amor, continuam indo a igreja, cultuando a Deus, porém a sua vida cristã tornou-se apenas uma rotina, outros esfriam de tal forma, que são vencidos pelas tentações, pelas tribulações, a carne vence e sufoca o espírito chegando a ceder ao pecado, o esfriamento toma uma proporção gigantesca no coração do homem que lhe faltam forças para o verdadeiro arrependimento e ele acaba perdendo a sua comunhão com Deus e deixando também de cultuar a Deus voltando para sua vida anterior antes de conhecer a Deus.
Como poderemos vencer o esfriamento espiritual? Como poderei vencer as tentações que sobrevêm no dia a dia sobre a minha vida? Como não me torna um crente sem vida? Como não me torna um mero religioso, sem comunhão com Deus, apenas sendo alguém que está acostumado a participar de reuniões evangélicas, sendo um verdadeiro hipócrita que aparentemente mostra-se fiel e fervoroso na comunidade que frequenta entretanto no seu coração não há mais a vida espiritual, já está apagada a brasa viva da fé há muito tempo. No transcorrer da nossa vida espiritual se não tomarmos cuidado poderemos ficar em uma dessas situações.
Porém para termos uma vida espiritual viva em Deus temos que praticar o primeiro mandamento que esta na lei do Senhor: Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças Dt.6:5. Quando eu amo ao SENHOR acima de todas as coisas, há um esforço muito grande para não desagradá-lo, a minha vida torna-se uma eterna busca da sua presença e o desejo imenso de fazer a sua vontade é o meu maior objetivo. É necessário um fortalecimento espiritual através da leitura e pratica da palavra Deus e da oração constante.
A Bíblia tem que está na mente do cristão, a palavra de Deus é o fortificante de nossa alma, é o alimento que nos sustenta. A oração na vida diária, buscando ao Senhor, chegando diante do trono de Deus com sinceridade, abrindo o coração para Ele, Contando ao Senhor as suas fraquezas e tentações do dia a dia e pedindo forças para vencer  clamando a cada dia ao Senhor para que o seu coração seja cheio do Espírito Santo, é a forma de combater o esfriamento espiritual para que ele não tome conta do nosso coração para servir e nosso amor ao SENHOR.
Fonte: http://mensagemsoberana.blogspot.com/

Desfrute do Dia