25 de mai de 2013

Série Completa: A Ressurreição de Cristo - 10 Partes em Uma Só Postagem

Links da Série completa: A Ressurreição de Jesus postados em nosso blog este mês.

Na relação dos links abaixo você terá o título de cada tema que compõe a série. É só escolher e começar o aprendizado sobre a Ressurreição de Jesus.

Link 1 - Jesus Ressuscitou dos Mortos?
Link 2 - Cínicos e Céticos
Link 3 - Uma Morte Terrível e Depois...?
Link 4 - Aconteceu Algo
Link 5 - Jesus Morreu?
Link 6 - A Questão do Túmulo Vazio
Link 7 - Ladrões de Sepultura?
Link 8 - Coerente Até o Fim
Link 9 - Teria Sido Uma Alucinação dos Discípulos?
Link 10- Porque o Cristianismo Venceu? 


Link 1     Link 2     Link 3     Link 4     Link 5

Link 6     Link 7     Link 8     Link 9     Link 10

Conheça os fatos históricos que comprovam a Ressurreição de Jesus, desfrute e tenha a convicção que de que nossa salvação está mais próxima do que ontem.

Série: A Ressurreição de Jesus - Final

Tema 10 (Final)
Jesus ressuscitou dos mortos?
Porque o Cristianismo venceu?

Morison estava perplexo pelo fato de “um pequeno e insignificante movimento ter sido capaz de prevalecer sobre o domínio astuto da instituição judaica, assim como sobre o poder de Roma.” Porque é que venceu, contra todas as probabilidades?

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 9



Tema 9
Jesus ressuscitou dos mortos?
Fato 5: Teria sido uma alucinação dos discípulos?

Há pessoas que ainda pensam ver um Elvis gordo e de cabelo grisalho a jogar dardos no café ao lado. E depois existem os que pensam ter passado a noite anterior com extraterrestres, na nave-mãe, estando a mercê de testes indescritíveis. Por vezes, algumas pessoas conseguem “ver” as coisas da forma que querem que elas sejam, coisas que não estão mesmo lá. É por isso que alguns alegam que os discípulos estariam tão fora de si e consternados após a crucificação que o desejo de verem Jesus vivo causou uma alucinação em larga escala, um efeito em massa. Plausível?

22 de mai de 2013

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 8


Tema 8
Jesus ressuscitou dos mortos?

Fato 4: Coerente até o fim


Ainda que os relatos das testemunhas oculares não fossem suficientes para desafiar o seu ceticismo, Morison ainda estava confuso com o comportamento dos discípulos. Um fato da história que tem deixado historiadores, psicólogos e céticos perplexos é que esses 11 “anteriormente covardes” passaram a estar dispostos a sofrer humilhações, torturas e morte. Todos, à exceção de um dos discípulos de Jesus, foram martirizados. Teriam eles feito tanto por uma mentira, sabendo que tinham roubado o corpo?

16 de mai de 2013

Participantes da Natureza Divina

Por Walque Costa
Seu divino poder nos deu todas as coisas de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude.
 
Por intermédio destas ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas vocês se tornassem participantes da natureza divina e fugissem da corrupção que há no mundo, causada pela cobiça. (2 Pedro 1:3-4)


Por meio de conhecermos plenamente Aquele que nos chamou para sua própria glória e virtude, foi-nos dada pelo Seu divino poder todas as coisas que necessitamos para nossa vida, nossa essência, e para sermos pessoas piedosas.

14 de mai de 2013

Porque Jesus Ainda Não Voltou?


Certamente esta é uma pergunta que todos nos fazemos. Já estamos na segunda década do novo milênio e o Arrebatamento ainda não aconteceu.

Seja sincero: há 15 anos você contava com a possibilidade de ainda estar vivendo na terra por mais uma década? Creio que muitos de nós pensavam e especulavam que o Arrebatamento estivesse às portas e que nem veríamos a entrada do novo milênio.

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 7

Tema 7
Jesus ressuscitou dos mortos?
Fato 3: Ladrões de sepultura?

Dando continuidade à sua investigação, Morison começou a examinar os motivos dos seguidores de Jesus. Talvez a suposta ressurreição não passasse de um corpo roubado. Mas se isso fosse verdade, como se justificam as várias aparições de um Jesus ressuscitado? O historiador Paul Johnson, naHistória dos Judeus, escreveu: “O que importava não eram as circunstâncias da Sua morte, mas o fato de a ressurreição ter sido larga e obstinadamente acreditada, por um círculo cada vez maior de pessoas.”[20]

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 6


Tema 6
Jesus ressuscitou dos mortos?
Fato 2: A questão do túmulo vazio

Nenhum historiador sério duvida que Jesus estava morto no momento em que foi retirado da cruz. No entanto, muitos questionaram o modo como o corpo de Jesus desapareceu do túmulo. O jornalista inglês Dr. Frank Morison pensou inicialmente que a ressurreição era um mito ou um embuste, e iniciou a sua pesquisa para escrever um livro que a refutasse.[17] O livro tornou-se conhecido, mas por razões diferentes ao seu propósito inicial, como veremos.

Não Toqueis Nos Meus Ungidos - Homens Que Usam Disso Para se Safarem de Seus Erros.

Há várias passagens na Bíblia onde aparecem expressões iguais ou semelhantes a estas do título desta postagem:


A ninguém permitiu que os oprimisse; antes, por amor deles, repreendeu a reis, dizendo: Não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas (1Cr 16:21-22; cf. Sl 105:15).

Todavia, a passagem mais conhecida é aquela em que Davi, sendo pressionado pelos seus homens para aproveitar a oportunidade de matar Saul na caverna, respondeu: "O Senhor me guarde de que eu faça tal coisa ao meu senhor, isto é, que eu estenda a mão contra ele [Saul], pois é o ungido do Senhor" (1Sm 24:6).

12 de mai de 2013

É Possível Ter Evangelho Verdadeiro Sem Sinais e Maravilhas?


É muito comum encontrar legiões de crentes a busca de sinais e maravilhas. Boas igrejas são aquelas cheias do poder de Deus. Mas o que é demonstração do poder de Deus? Será apenas as operações de milagres?

11 de mai de 2013

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 5


Tema 5
Jesus Ressuscitou dos mortos?
Fato 1: Jesus Morreu?

“Marley estava tão morta como uma pedra, e disso não havia dúvida.” Assim começa Um Cântico de Natal, de Charles Dickens, o autor não queria enganar ninguém sobre o caráter sobrenatural do que se seguiria. Do mesmo modo, antes de iniciarmos uma investigação nos moldes da série CSI e juntarmos as evidências da ressurreição, teremos de verificar se, de fato, havia um cadáver. É claro que, ocasionalmente, surgem na imprensa notícias acerca de algum “cadáver” no necrotério que se mexe e volta a viver. Poderia algo desse tipo ter acontecido com Jesus?

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 4

Tema 4
Jesus ressuscitou dos mortos?
Aconteceu algo

Mas não era o fim. O movimento de Jesus não desapareceu (obviamente) e, de fato, hoje o Cristianismo é a principal religião do mundo. Assim, temos que saber o que aconteceu depois que o corpo de Jesus foi tirado da cruz e colocado em uma sepultura.

10 de mai de 2013

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 3

Tema 3
Jesus ressuscitou dos mortos?
Uma morte terrível e depois. . . ?

Você sabe como foram às últimas horas da vida terrena de Jesus se assistiu ao filme do guerreiro das estradas/coração valente Mel Gibson. Se você perdeu parte do filme A Paixão de Cristo porque estava tapando os olhos (seria mais fácil se ele tivesse sido filmado com um filtro vermelho na câmera), basta folhear as últimas páginas de qualquer um dos evangelhos do Novo Testamento para encontrar o que perdeu.

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 2


Tema 2
Jesus ressuscitou dos mortos?

Cínicos e céticos

Nem todos estão dispostos a examinar detalhadamente as evidências. Bertrand Russell admite que a sua opinião acerca de Jesus “não se baseou” em fatos históricos.[4] O historiador Joseph Campbell, sem citar nenhuma prova, alegou calmamente aos seus espectadores no canal de televisão americano PBS, que a ressurreição de Jesus não é um evento fatual.[5] Outros eruditos, como John Dominic Crossan, do Seminário de Investigação sobre Jesus, concordam com ele.[6] Nenhum desses céticos apresentou nenhuma prova que embase seu ponto de vista.

Série: A Ressurreição de Jesus - Parte 1


Tema 1
Jesus ressuscitou dos mortos?

Todos temos curiosidade de saber sobre o que acontecerá conosco depois da morte. Quando um ente querido morre, queremos vê-lo novamente assim que chegar nossa vez. Teremos um encontro glorioso com aquele a quem amamos ou a morte é o fim de toda a consciência?

9 de mai de 2013

Inconstância Espiritual - Parte 2

CONCLUSÃO:

4. Há pessoas que acham que servir a Deus é apenas frequentar uma igreja nos cultos de campanhas de oração ou prosperidade. E isso, só acontece por conta de muitas igrejas que estão na mídia pregando um Jesus MATERIALISTA/BANCÁRIO. Ou Falsos mestres que pregam heresias e deturpam a verdade, fazendo com que os fracos fiquem cheios de dúvidas e confusos, a ponto de achar que o certo é errado e o errado é o certo. O problema é que são muitos os que seguem esses falsos profetas. Há ainda, aqueles adeptos da Teologia da confissão positiva, que pregam um Evangelho sem espinhos, sem lutas, sem renúncia, sem sacrifício, sem obediência e sem fidelidade. Pregam que o crente não fica enfermo, não comete pecado etc. Esquecendo-se do nosso Senhor Jesus nos alertou: Mateus. 7:15-16; 26:41. Jo.16:33; 2º Cor. 11: 22-28. 2ª Timóteo 4:1-5. 1º Pe. 5:8.

Inconstância Espiritual - Parte 1


A palavra de Deus trata a cerca de um dos temas menos pregado nas igrejas da atualidade: A inconstância espiritual. O Apóstolo Paulo já nos advertia a cerca disso dizendo: SEDE FIRMES E CONSTANTES... Já podemos discernir que essa é uma das sutis estratégias que o maligno está usando para tirar muitos crentes da presença do Senhor e conseqüentemente roubar-lhes a salvação. Mas neste rol, também está incluído muitos obreiros e líderes que tem um grande ministério, porém, são inconstantes e vulneráveis. E por causa disso, estão por aí de um lado para o outro vagando como folha seca a mercê dos ventos de doutrinas das seitas hereges. São os nômades da fé, pulando de igreja para igreja até chegarem ao extremo de caírem no pecado e apostatarem do Caminho da verdade (do Senhor). Confira: 2º Pedro. 2:20-22. 1º Timóteo. 4:1-3.

O Que a Cruz Representa? Análise de G. H. Pember

Segundo um estudo aprofundado de George Hawkins Pember, conhecido como G. H. Pember, erudito e teólogo inglês. Nascido em 1837. A cruz foi algo criado pelos pagãos. Leia todo o texto, faça sua análise e deixe sua opinião nos comentários para podermos ficar mais claros quanto as verdades da Sã Doutrina de Jesus Cristo.


A Origem da Cruz no Cristianismo

por G. H. Pember 

7 de mai de 2013

Gospeloucura - Dizem Que é Louvor à Deus.


Por: Antognoni Misael
Volta e meia Thalles Roberto aparece nas minhas postagens. Já tava demorando… Sei que muitos até duvidam, mas, eu o ouço e gosto de algumas de suas canções – ouvi-lo cantar clássicos das músicas cristãs no álbum Raízes (2010) não tem igual – o problema é que por estar onde estar, talvez por ter sido mal discipulado, ele acaba por merecer algumas considerações.
No último post sobre sobre ele escrevi que se ‘ele apenas cantasse seria menos pior. Minha sugestão abordou sobre suas equivocadas declarações feitas em pregações, testemunhos e entrevistas, a respeito do evangelho: “Se fosse um deslize, uma frase mal colocada, uma expressão infeliz, até que dava pra relevar, mas… não. Não é tão simples assim”, escrevi.

6 de mai de 2013

Mercado da Palavra de Deus



Eis aqui um assunto polêmico, mas que tem sido levado como uma coisa “normal” nas igrejas do Senhor espalhadas por todo o mundo. Mas que segundo a luz da Bíblia, somente por ela, estaremos levantando esse assunto.

Quem entrou numa igreja, e nunca viu algum tipo de comércio? É tão normal que todas as igrejas têm, não é mesmo?

Projeto Bookafé Coloca Argamassa Fraca na Parede da Igreja que Desaba Sobre os Irmãos

A imaginação do homem inventa muitas coisas para tentar edificar a casa de Deus (projetos, campanhas, "moveres") e dessas idéias nascem muitas coisas criativas (banners, xícaras, arcas) são as famosas pulseiras mágicas. Para os homens isso é é uma boa visão empreendedora, mas para Deus são como argamassa fraca que está sendo adicionada à edificação da igreja. Veja o que o Bíblia diz e não haverá necessidade de mais nenhum comentário porque a própria Palavra já explica:

2 de mai de 2013

Lobos, Caim, Balaão e Corá. Identificando-os na Igreja

Dois importantes ensinamentos em vídeo sobre o que a carta de Judas nos alerta a percebermos em meio à Igreja atual os tipos de Lobos, Caim, Balaão e Corá existentes.

Se onde reunimos tem dessas características, precisamos tomar uma posição pelo Reino de Deus. 


Texto Base: Amados, embora estivesse muito ansioso por lhes escrever acerca da salvação que compartilhamos, senti que era necessário escrever-lhes insistindo que batalhassem pela fé uma vez por todas confiada aos santos. Pois certos homens, cuja condenação já estava sentenciada há muito tempo, infiltraram-se dissimuladamente no meio de vocês. Estes são ímpios, e transformam a graça de nosso Deus em libertinagem e negam Jesus Cristo, nosso único Soberano e Senhor. 
Judas 1:3-4

Da mesma forma, estes sonhadores contaminam seus próprios corpos, rejeitam as autoridades e difamam os seres celestiais. Contudo, nem mesmo o arcanjo Miguel, quando estava disputando com o diabo acerca do corpo de Moisés, ousou fazer acusação injuriosa contra ele, mas disse: "O Senhor o repreenda! " Todavia, esses tais difamam tudo o que não entendem; e as coisas que entendem por instinto, como animais irracionais, nessas mesmas coisas se corrompem. Ai deles! Pois seguiram o caminho de Caim, buscando o lucro, caíram no erro de Balaão e foram destruídos na rebelião de Corá. Esses homens são rochas submersas nas festas de fraternidade que vocês fazem, comendo com vocês de maneira desonrosa. São pastores que só cuidam de si mesmos. São nuvens sem água, impelidas pelo vento; árvores de outono, sem frutos, duas vezes mortas, arrancadas pela raiz. São ondas bravias do mar, espumando seus próprios atos vergonhosos; estrelas errantes, para as quais estão reservadas para sempre as mais densas trevas. 
Judas 1:8-13

Assista:
  


Tomando Posição Pelo Reino de Deus


Qual o Seu lugar na batalha? Na frente das fileiras, ou bem no fim, para fugir dos tiros? Chega de Evangelho fofo!

“Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe face a face, porque se tornara repreensível.” Gl. 2:11

O texto acima, narra um momento em que Pedro, envolvido pelas circunstâncias que o cercavam, se deixou levar pela pressão dos homens, no caso, judeus, que haviam se convertido ao Senhor Jesus, mas não abriam mão da circuncisão, orientação dada por Deus até a vinda de Jesus.

Servo Pela Vida ou Religioso de Vida?

Nos dias de hoje há muita confusão entre o religioso e o cristão, o servo. Precisamos aclarar isto cada vez mais. 

I. Introdução

Você já reparou que acostumar-se com algo não exige muito esforço? Repare no fato de alguém entrar em um recinto com um perfume muito doce e forte. Todos irão reparar. Alguns não gostarão, outros até se sentirão mal. Agora se você não pode sair deste local você naturalmente acaba se acostumando com este odor. Seja ele bom ou ruim.

Desfrute do Dia