23 de set de 2013

Carta de Margareth Barber - Testando os Espíritos

Sombra(Testes para o Sobrenatural) 1João 4: 1-3
Caro Sr. [D. M. Pantom],
Seu válido artigo “Testes para o Sobrenatural”, na Dawn de maio, nos interessou profundamente. Aqui na China, os poderes demoníacos estão se manifestando de novas maneiras; e até mesmo nas igrejas tem havido casos de espíritos malignos pretendendo ser Jesus Cristo.

Um caso pode ser de interesse. No último outono, próximo a Amoy, na casa de um pregador, certa noite, uma voz foi ouvida no teto e uma luz apareceu. A voz dizia ser a do pregador que tinha vivido naquela casa anteriormente, e que tinha morrido havia vinte anos. Logo se tornou sabido por todos os cantos do país que o velho pastor estava falando do telhado de sua antiga casa a qualquer que fosse e ouvisse, e multidões afluíam dia após dia. Os discursos eram extraordinários: cheios das Escrituras; exortações para viver uma vida santa eram frequentes; e pessoas de caráter maligno não se atreviam a ir, pois eles nem mesmo teriam sentado e a voz teria se dirigido a eles pelo nome, e falado que se arrependessem de seus pecados. Na maioria dos casos, pecados conhecidos somente pela pessoa e pelo espírito que a ela se dirigia eram revelados. Há um homem bem conhecido em Amoy, um médico chinês treinado na América, e um cristão genuíno. Seus honorários eram bastante altos; e para sua surpresa, quando ele entrou na casa, o espírito disse para ele que se arrependesse do pecado de avareza e ordenou que reduzisse seus honorários. Tão grande foi o efeito sobre ele que ele agora trata pacientes pobres sem cobrar nada e tem o caráter transformado em vários aspectos.
Um irmão que prega o evangelho no distrito de Amoy veio me ver e perguntou-me se eu não cria que esse espírito era realmente a voz de Deus. Ele disse: “Dificilmente, alguém em Amoy duvida disso; apesar de uns poucos missionários talvez serem um pouco céticos”. Eu falei a ele sobre testar os espíritos e aconselhei-o a usar o teste de 1 João 4.2. O espírito nunca se torna visível, mas geralmente uma brilhante luz é vista pairando sobre a casa.
Finalmente, o teste foi aplicado por um obreiro que conhecemos e em quem confiamos. Depois de aplicar o teste, houve silêncio por cerca de meia hora; então a voz disse: “Leia 1 Coríntios 13.13” [Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor].
Como você diz no artigo, o “não confessar” é prova suficiente da origem da manifestação. Muitos cristãos (…) têm sido completamente enganados; eles bem conhecem o aspecto sobrenatural da idolatria, mas nunca entrou na cabeça deles que um demônio poderia se manifestar em uma igreja cristã, usar termos bíblicos, exortar à bondade em vez do mal e pressionar à leitura da Bíblia.
Eu sou
Margareth Barber

Pagoda Anchorage
Fukien, China
(Publicada na revista The Dawn, II, 1925-1926, 285)

(Artigo extraído da obra “O Poder Latente da Alma”, de Watchman Nee, publicado pela Editora dos Clássicos).

Desfrute do Dia